Colaboradores da zona

Este espaço é destinado a registrar os colaboradores esporádicos. Aqueles que com grande consideração aceitaram se transportar à zona e romper os limites das palavras e do tempo. A esses, nosso muito obrigado!

Editores

Márcio Leitão

Leo Barbosa

Roseana Murray Roseana Murray (por ela mesma) “Digo como Neruda, poeta que amo: para nascer nasci. Para fazer poesia, amar, cozinhar para os amigos, para ter as portas da casa e do coração sempre abertas. Nasci num dia quente de dezembro, em 1950, dois meses antes do previsto, numa clínica em Botafogo. Sou filha de imigrantes poloneses, Lejbus Kligerman e Bertha Gutman Kligerman, que vieram para o Brasil antes da Segunda Guerra fugindo do antissemitismo. Passei a infância no bairro do Grajaú, no Rio de Janeiro.

Gosto de mato e silêncio, não sou nada urbana.”

Acesse http://www.roseanamurray.com

Abrahão Abrahão Costa Andrade é poeta brasileiro, nascido em Areia-PB; é também ensaísta e professor de filosofia na UFPB. “Educação do esquecimento” é seu último livro de poemas (2010). De ensaios publicou, dentre outros, “Modernidade, crítica e filosofia prática (Estudos kantianos)” e “O sujeito na história (ética e leitura em Paul Ricoeur)”, ambos de 2012. Disponíveis no site da Livraria Cultura.

487388_493496500696765_1635092616_n

Humberto Werneck é mineiro de Belo Horizonte e vive em São Paulo, onde trabalhou em diversas publicações, entre elas as revistas Veja,IstoÉ e Playboy, o Jornal da Tarde e o Jornal do Brasil. É cronista do jornal O Estado de S. Paulo, escrevendo aos domingos no caderno Cidades.

Como escritor, publicou, entre outros livros: “O desatino da rapaziada”; “O Santo sujo – A vida de Jayme Ovalle” (prêmios APCA e Jabuti); “Chico Buarque Tantas Palavras”; “O Pai dos Burros – Dicionário de lugares-comuns e frases feitas” e as coletâneas de crônicas “O Espalhador de Passarinhos” e “Esse Inferno vai acabar”.

Organizou para a Companhia das Letras as antologias “Boa Companhia: Crônicas” e “Vultos da República – Os melhores perfis políticos da Piauí.”


Carolina

Carolina Bernardes é escritora e professora doutora de Literatura no Ensino Superior e de Escrita Criativa. Administra o blog http://retalhoseepopeias.blogspot.com/
Seus textos acadêmicos e a divulgação das obras literárias encontram-se no site http://www.carolinabernardes.com.br
É colunista da seção de ESCRITA CRIATIVA no site http://www.benfazeja.com

Livros publicados:
Flauis (2010, Instituto do Livro)
Retalhos e Epopeias (2012, Editora Patuá)
A Odisseia de Nikos Kazantzakis: epopeia moderna do heroísmo trágico (2012, Editora Cassará)

chico v

                                                                                                        Chico Viana é Doutor em Letras pela UFRJ , jornalista, professor de língua portuguesa e redação. Publicou vários livros entre eles “A sombra e a quimera (escritos sobre Augusto dos Anjos)”, “A rosa fenecida” (crônicas) e “A idade do bobo” (crônicas). 

Para saber mais, acesse

http://www.chicoviana.com
http://chviana.blogspot.com
http://chicovianaporumtextomelhor.blogsp…

http://facebook.com/chico.viana

Siméia Siméia D’Castro 

Nasceu em João Pessoa, Paraíba, no dia 16 de janeiro de 19eCocada… Atualmente é professora de Língua Portuguesa da Rede Municipal de Ensino. Faz trabalhos de pintura, artesanato e xilogravura. É forrozeira, das que riscam o “pé no xiado-da-xinela”! Então: dançar, encenar e a boa cultura popular, “tudim-junto”, para ela, é deveras relevante!

Ainda, gosta de boas leituras e de falar doidices em suas escrituras.

Deixa-me ver… Tem mais não!

Mariel Reis Mariel Reis

 (Rio de Janeiro, 1976) é originário do limítrofe bairro carioca da Pavuna (vizinho à baixada fluminense), graduou-se em letras pela UERJ e integrou os conselhos editoriais das Revistas Confraria do Vento e Paralelos. Seus livros lançados são “Linha de recuo e outras estórias” (2005), “John Fante trabalha no Esquimó” (2008), “Cosmorama” (Poesia, 2009) e “Vida cachorra” (2011), este último com prefácio de João Anzanello Carrascoza e quarta capa de Paulo Lins. E-mail: marielreis@ig.com.br
Suzana Vargas Suzana Vargas
Suzana Vargas é gaúcha de Alegrete e reside no Rio de Janeiro há 40 anos.Poeta, autora de literatura infantil e ensaísta. Entre seus livros de poemas estão Caderno de outono e outros poemas (finalista do Prêmio Jabuti 1998/ Ed. Relume Dumará) e O Amos é vermelho (2005/Ed. Garamond).
                                                                                                                                                                                  Bruno Gaudêncio, 27 anos, é escritor, jornalista e historiador, natural de Campina Grande, Paraíba.

bruno g

Iniciou a carreira publicando em 2009 a coletânea de poemas O Ofício de Engordar as Sombras (Sal da Terra). Dois anos depois, em 2011, estreou na ficção, com a coletânea de contos Cântico Voraz do Precipício (Editora Via Litterarum), é também autor de “Acaso o caos” (Ideia, 2013)
Nos últimos cinco anos Bruno Gaudêncio publicou poemas em diversas revistas e sites culturais, com destaque para a Correio das Artes (Paraíba), Verbo 21 (Bahia), Diversos Afins (Bahia), Palavrarte (Rio de Janeiro), Bar do Escritor (Distrito Federal), Revista Macondo (São Paulo), Revista Literatas (Moçambique), Orizont Literar Contemporan (Romênia) e Samizdat (Portugal).
O autor é mestre em História pela Universidade Federal de Campina Grande (UFCG) e graduado em Jornalismo e História pela Universidade Estadual da Paraíba (UEPB). Atualmente é coeditor da Revista Blecaute, de Literatura e Artes, Membro do Conselho Estadual de Cultura do Estado da Paraíba, Professor de História da Rede Pública Estadual de Educação da Paraíba e Consultor de projetos de Memória Institucional, em Campina Grande.

jairo

                                                                                                                                         Jairo Cézar  Soares de Souza nasceu em João Pessoa, em 21 de março de 1977, porém radicou-se em Sapé desde os primeiros dias de vida. Filho de artista plástico, desde cedo teve contato com as artes. Formou-se em Letras na Universidade Federal da Paraíba em 2004 e exerce há mais de dez anos a profissão de professor de Inglês. Esteve à frente do Memorial Augusto dos Anjos na cidade de Sapé durante 4 anos e participa de atividades ligadas à cultura e na coordenação do festival anual de artes que homenageia Augusto dos Anjos.
Livros publicados: Escritos no Ônibus foi vencedor no edital Novos Escritos(ano 2007/2008) realizado pela fundação cultural de João Pessoa, foi um dos vencedores do IV Prêmio Canon de Poesia, concurso Nacional que teve mais de 3 mil poetas inscritos de todo país, e, apenas 50 selecionados. Em 2012, publicou, pela Forma Editorial, Rapunzel e outros poemas da infância. Jairo é ainda membro fundador do CAIXA BAIXA, grupo de jovens escritores paraibanos.

 

190109_197499293601970_367112_nRonaldo Cagiano nasceu em Cataguases, MG, viveu em Brasília, onde formou-se em Direito e reside em São Paulo desde 2007. Publicou, dentre outros,Canção dentro da noite (poesia, 1998), Dezembro indigesto (contos, 2001 – prêmio  Brasília de Produção Literária 2001), Dicionário de pequenas solidões(contos, Língua Geral, Rio, 2006) e O sol nas feridas (Poesia, 2011, Dobra, SP). Organizou as coletâneas Poetas Mineiros em Brasília (Varanda Edições, DF,  2002),Antologia do conto brasiliense (2003, Projecto Editorial, DF) e Todas as gerações – conto brasiliense contemporâneo  (LGE Editora, Brasília, 2006).

rosana                                                                                                              Rosana Piccolo. Poeta paulistana, atua em publicidade. Formada em Filosofia, pela USP, e em Jornalismo, pela Fundação Cásper Líbero. Publicou os livros de poemas em prosa Ruelas profanas (Nankin, 1999) e Meio-fio (Iluminuras, 2003). Participou das antologias Paixão por São Paulo (Terceiro Nome) e Roteiro da Poesia Brasileira – Anos 90 (Global Editora), entre outras. Em 2010, pela Editora Alameda, publicou Sopro de vitrines. 

Expedito Expedito Ferraz

É professor de Literatura Brasileira e Teoria Literária na UFPB.

644393_421299541285684_1169776862_n

Ramon Benício mora em João Pessoa, é estudante do curso de Letras da UFPB e tem na arte a religião, adora o Teatro, a Música, o Cinema.
“Há pouquíssimo tempo descobri que posso desenhar através das palavras, que posso fazer desenhos mil. Posso rabiscar e pintar a vontade, de azul, de vermelho, de anil. Posso desenhar sentimentos. Sonhos. Pensamentos. Desenhar bichos e coisas da imaginação. Desenhar vivos, mortos. Assombração! Meu traço ainda é primário. É minha primeira infância do desenho. Mas o faço com muito gosto, risco o papel com vontade. Às vezes desenho meu rosto. Às vezes a raiva me invade. Às vezes saudade, desgosto. Às vezes é tudo verdade. Uma verdade inventada, que sai de dentro de mim. Nem oblíqua, nem dissimulada. Perpendicular sem ter fim.”

Thiago_Foto

Thiago Lia Fook Meira Braga (Campina Grande/PB) é escritor. Lançou ‘poesia natimorta e versos sobreviventes’, em 2010, pela editora Bagagem. Publicou contos e poemas na Germina, na Blecaute e no Jornal Contraponto. Foi membro do Núcleo Literário CAIXA BAIXA. Mantém o blogue http://thiagoliafook.blogspot.com
298566_471564242864866_510091428_nJosé Inácio Vieira de Melo (1968), alagoano radicado na Bahia, é poeta, jornalista e produtor cultural. Publicou os livros Códigos do silêncio (2000), Decifração de abismos (2002), A terceira romaria (2005), A infância do Centauro (2007), Roseiral (2010), a antologia 50 poemas escolhidos pelo autor (2011) e Pedra Só (2012). Organizou Concerto lírico a quinze vozes – Uma coletânea de novos poetas da Bahia (2004), Sangue Novo – 21 poetas baianos do século XXI (2011) e as agendas Retratos Poéticos do Brasil 2010 (2009) e Retratos Poéticos do Brasil 2013 (2012). Participa das antologias Pórtico Antologia Poética I (2003), Sete Cantares de Amigos (2003) e Roteiro da poesia brasileira – Anos 2000 (2009). No exterior, participa das antologias Voix croisées: Brésil-France (Marselha: Autre Sud, 2006), Impressioni d’Italia – Piccola antologia di poesia in portoghese con traduzione a fronte (Napoli: U.N.O., 2011) e En la otra orilla del silencio – Antologia de poetas brasileños contemporáneos (Cidade do México: Unam / Ediciones Libera, 2012). Tem poemas traduzidos para os seguintes idiomas: espanhol, francês, italiano, inglês e finlandês. Edita o blog Cavaleiro de Fogo: www.jivmcavaleirodefogo.blogspot.com

Eltânia André VIAGEM BUENOS AIRES, MAR DEL PLATA, MONTEVIDEO, PUNTA DEL LESTE 212Mineira, nasceu em Cataguases. Mora em São Paulo.
Escritora e psicóloga. Autora do livro de contos “Manhãs adiadas”, editora Dobra, 2012.

tavares2corteSérgio Tavares nasceu em 1978. É jornalista e escritor, autor de “Queda da Própria Altura” (Confraria do Vento/2012) e “Cavala” (Record/2010), vencedor do Prêmio Sesc Nacional de Literatura – Categoria Contos. Também foi premiado no Concurso Literário da Fundação Escola do Serviço Público (Fesp-RJ/2005) e tem textos publicados em diversos jornais,revistas e sites literários nacionais e internacionais. Atualmente mora em Niterói, Rio de Janeiro.                                                                                                                   Alberto Bresciani

ALBERTO BRESCIANI é escritor, nasceu no Rio de Janeiro, mas vive em Brasília. Autor de “Incompleto Movimento” (Editora José Olympio, 2011), escreve em Nóstres (http://nostres-amv.blogspot.com.br/). Seu e-mail é albertolbresciani@gmail.com.

Leo Chioda

Leonardo Chioda nasceu em 1986, em Jaboticabal. Escritor e leitor de imagens, é graduado em Letras pela UNESP. Estudou literatura italiana e história do teatro na Università degli Studi di Perugia, na Itália, e Poesia Portuguesa Contemporânea na USP.

É autor do livro Tempestardes, premiado pelo Programa de Ação Cultural da Secretaria de Estado da Cultura e integrante da Coleção Patuscada (São Paulo: Editora Patuá, 2013).  Seus poemas estão em várias publicações especializadas. Mantém o blog Víscera da Musa www.tempestardes.blogspot.com

Joaquim Branco

Joaquim Branco é poeta, crítico, professor de literatura brasileira na FIC – Faculdades Integradas de Cataguases, doutor em Letras pela UERJ, autor de diversos livros como Janelas de Leitura, Passagem para a Modernidade e outros
Foto0220

Licenciada em Letras, Mestranda pelo PPGL/UFPB, Tutora do curso de Letras Virtual da EaD/UFPB, Késia Mota não se considera escritora, mas estudante e professora de Literatura. De vez em quando, por estudo, por exercício ou por prazer, escreve contos, mas bem de vez em quando. Raramente escreve poemas.

fredericoFrederico Barbosa

Professor de literatura, organizador de oficinas de criação poética e crítica literária e performer de poesia, publicou oito livros de poesia como Nada Feito Nada (1993, Prêmio Jabuti), Brasibraseiro (2004, Prêmio Jabuti), com Antonio Risério e SigniCidade (2009), além de diversas antologias e obras didáticas. Foi curador da primeira biblioteca temática de poesia do país, a Alceu Amoroso Lima, em São Paulo. É Diretor da Casa das Rosas desde a sua reinauguração como Espaço Haroldo de Campos de Poesia e Literatura em 2004. Fundou e, entre 2008 e 2010, foi diretor executivo da Poiesis – Organização Social de Cultura, que administra a própria Casa das Rosas, a Casa Guilherme de Almeida e as Oficinas Culturais do Estado de São Paulo. Está no prelo o livro Na Lata, reunindo toda a sua produção poética de 1978 a 2013. É colunista da Rádio Estadão (http://radio.estadao.com.br/) com o quadroPoesia Viva.

Quer mais? Acesse

https://twitter.com/fredbarbosa

http://www.facebook.com/fredbarbosa61
http://fredericobarbosa.wordpress.com/

rodrigo leite Rodrigo M Leite nasceu em 12 de agosto 1989, em Teresina – PI. É formado em Letras – Português. Desde 2010 edita o blogue A Musa Esquecida [http://amusaesquecida.blogspot.com.br/]. Tem publicado os livretos poéticos.

A Cidade Frita e Zona Sub (espécie de bairro d’A Cidade Frita). Tem publicado poemas em jornais, revistas, sites e antologias. Atualmente reside na Atmosfera Cerrado [http://atmosferacerrado.blogspot.com.br], seu segundo livro-projeto/estético. Contato: facebook: rm.leite.9 / twitter (@rodrigoemeleite) / e-mail: rodrigoemeleite@gmail.com / casa-postal: quadra 104 casa 1/a – Bairro Parque Piauí – CEP 64025-100 – Teresina – PI. Outros: https://www.facebook.com/AtmosferaCerrado / https://www.facebook.com/acidadefrita

antoniomariano_fotodereginaldomarinho-1Antonio Mariano Lima 

Nasci em João Pessoa, capital do nordestino estado brasileiro da Paraíba. Moro na Ponta do Seixas, “onde o sol nasce primeiro”, diz a propaganda, lugar em que, dois meses depois da Copa de 14, hei de fazer meio século de existência. Levei muita porrada, dei poucas. Logo, tenho vivido bem. Sou filho de dona Marluce e de seu Mariano, irmão de Raminho, de Nena, de Mário, de Dudinha, de Pepeta, de Itamar e de Ana Paula. Pai de Ivo, noivo de Marcela. Aos 16, cismei em ser poeta. Muita gente, professores inclusive, tentaram me fazer desistir. Não acreditei neles. Concorri a muitos prêmios literários. Venci alguns. Perdi vários. Escrevi poemas, contos, três romances, inacabados. Integrei algumas coletâneas de poemas, outras de contos. Também tou por aí, num montão de sítios do ciberespaço. Integrei coletâneas dentro e fora do país. Publiquei, com esse aqui, quatro livros de poemas e um de contos. O gozo insólito. Te odeio com doçura. Guarda-chuvas esquecidos. Sob o amor. Imensa asa sobre o dia. Já fui ator e sindicalista ao mesmo tempo. Apresentei um programa de entrevistas na televisão. Cantei em coral. O destino, dizem (não acredito), tinha me reservado o posto de quebrador de pedras. Não o contrario. Sério. Muitos amigos de infância quebram pedras de verdade. Servi (involuntariamente) ao Exército Brasileiro. Concluí um curso superior de magistério. Não tive a devida obstinação para o sacerdócio: pouco tempo em sala de aula. Fiz um concurso. Sou funcionário federal de carreira. Nesse quesito, não gosto do que faço, mas o faço com muito gosto porque o respeitável público merece. Ajudei a criar o Clube do Conto da Paraíba. Coordenei o Tome Poesia, Tome Prosa. Fui editor do Correio das Artes, revista do povo da Paraíba que, muitas vezes para fechar as suas edições, dei o meu sangue, literalmente. Abandonei um curso de Letras. Presido, com embaraço, a associação de moradores de meu bairro. Tenho o blogue http://umbigoalheio.blospot.com, que atualizo quando uma alma está próxima da salvação. Flertei com o Olimpo. Quero mais não. Concorri à Academia Paraibana de Letras. Perdi para um artista plástico. Creio que isso foi bom para a minha biografia.

  Raquel Basílio 

Brinca de escrever versos desde da infância, hoje é professora do curso de Letras da UFPB da área de linguagem e se define com uma curiosa da palavra.

                                        


annita27ANNA APOLINÁRIO, 27 anos, leonina com ascendente em áries, paraibana, poeta, pedagoga e mãe da Sophia. Publicou Solfejo de Eros ( Poesia, CBJE, 2010 ). Participou de várias revistas literárias como Germina, Mallarmargens, Triplov (Portugal), Samizdat, Blecaute, entre outras. Vencedora do Prêmio Literário Augusto dos Anjos 2013 da FUNESC PB na categoria poesia com o livro Mistrais.   

Foto

 

Willian Delarte

É autor do livro “Sentimento do Fim do Mundo” (Editora Patuá, 2011). Premiado no II e III Festival de Literatura da Faculdade de Letras (FFLCH) e finalista da 15ª edição do “Projeto Nascente”, todos da USP. Tem publicações em diversas antologias. Foi co-editor da revista “Rebosteio Digital”.

Blog: http://williandelarte.blogspot.com.br/

                   MX-4110N_20140116_145626_001             
 Jovino Machado
Nasceu em Formiga ( MG ) no dia 03 de agosto de 1963. Foi criado em Montes Claros e vive em Belo Horizonte. Publicou 13 livros de poemas: Só poesias (1981), Em cantos e versos ( 1982 ), Uma mordida para cada língua (1985), Deselegância discreta (1993), Trint’anos Proust’anos ( 1995 ), Disco ( 1998 ), Samba ( 1999 ), Balacobaco ( 2002 ), Fratura exposta ( 2005 ), Meu bar meu lar ( 2009 ), Cor de cadáver ( 2009 ), Amar é abanar o rabo (2009 ) e Cantigas de amor & maldizer ( 2013 )

Digitalizar0004

 LEONARDO CAMPOS é mineiro de Cataguases. Possui graduação em Letras e pós-graduação em Língua Portuguesa. Teve suas primeiras publicações literárias no Jornal Fronte Cultural de Chapecó – Santa Catarina em 1999 e na Revista Literária de Cultura Latina no Brasil no ano de 2000. Obteve o 3º lugar no IV Concurso Nacional Jovens Escritores do Brasil organizado pela Sociedade de Cultura Latina de Mogi das Cruzes no ano de 2000. No mesmo ano, foi vencedor do 6º Concurso Alfenense de Poesia com o poema “Transposição”. Foi semifinalista do Prêmio Nacional Assis Chateaubriand de Redação, edições 2000 e 2003 e publicou seu primeiro livro de poesias, Alma de brinquedo, no ano de 2010. Edita o blog Aversão Poética, [http://lepcam.blogspot.com.br/].

483052_127903704027904_784303671_n (1)

Leandro Rodrigues, 38 anos. Professor de Literatura Brasileira. Leciona Língua Portuguesa e Literatura em Osasco – SP.

jesus

Rafael Iotti é ninguém. Tão ninguém que não tem uma biografia grande o suficiente para preencher o espaço dessas pequenas linhas. Nasceu em Porto Alegre, mas sempre viveu em Caxias do Sul. Tentou se formar em jornalismo, mas desistiu do curso. Trabalhou na imprensa cultural porto alegrense, mas desistiu também. Agora, ele é ninguém, sem ofício ou estudo. Mas acredita na sua poesia. Ou quase.
                                                                                 

1011877_510771468995927_604042332_nEduardo Sabino é mineiro de Nova Lima. Escritor, jornalista, revisor, editor, roteirista, presta serviços na área de Com

unicação. Autor do livro de contos Ideias noturnas: sobre a grandeza dos dias (Editora Novo Século, 2009) e da publicação acadêmica A comunicação em tempos de consumo (Faculdade Salesiana do Espírito Santo, 2010). Foi editor da revista de literatura Caos e Letras entre os anos de 2009 e 2011. Tem publicações em revistas on-line e impressas como a Pesquisa Fapesp, Plurale, Balaio de notícias, Blecaute, Capitu, Cronópios, Observatório da Imprensa, entre outras. Mantém um blog no endereço www.eduardosabino.com

Leonardo Almeida Filho, paraibano de nascimento (Campina Grande, 1960), candango de criação, é economiário aposentado, professor universitário, escritor, ensaísta, reside em Brasília desde 1962. Mestre em literatura brasileira pela Universidade de Brasília (2002), com dissertação sobre a obra de Graciliano Ramos (publicada pela Editora da UnB em 2008 sob o título Graciliano Ramos e o mundo interior: o desvão imenso do espírito).  Alguns trabalhos publicadosDSC_0520: O livro de Loraine (romance, 1998), logomaquia: um manefasto (híbrido, 2008); contos em coletâneas organizadas pelo escritor Ronaldo Cagiano Antologia do Conto Brasiliense (2004) e  Todas as gerações (2007) e pelo Prêmio SESC de contos Machado de Assis (2011); poesias em coletâneas organizadas pelo escritor Joanyr de Oliveira Poemas para Brasília (2004) e pelo Prêmio SESC de poesias Carlos Drummond de Andrade (2011). Em 2010, pela Editora Hinterlândia, publicou, com os professores Hermenegildo Bastos e Bel Brunacci, o livro Catálogo de benefícios: o significado de uma homenagem, que aborda o cenário político-cultural do Brasil em fins de 1942, no cinquentenário do escritor Graciliano Ramos. 


1623615_660714113965584_1296589089_nCarlos Alberto Nascimento
 é da safra de 85. Nasceu e foi mal criado em Fortaleza. Publica seus contos e poemas no blog http://acidadezero.blogspot.com.br/

e-mail: carlosalsn2@yahoo.com.br

10337686_795016473851436_5425121085903054270_n (1)Aline Cardoso – Nasci em João Pessoa (PB), em 23 de agosto de 1991. Sou estudante de Letras – Português da Universidade Federal da Paraíba. Escrevo desde os dezesseis anos para dividir com o papel algumas inquietações, observações e reflexões. Às vezes brinco de fazer fotografias, e também gosto de brincar de fazer músicas com as minhas letras, tenho inclusive algumas composições na gaveta.

AmandaAmanda de Castro Vital Maciel tem 19 anos e é natural de Ipatinga/MG. É uma mineira totalmente apaixonada pelo nordeste. Escritora desde os 12 anos no antigo blog “Memórias de Amanda” e atualmente na página do Facebook “Amanda Vital – Poesia”, mora atualmente em João Pessoa, cidade que a inspirou a escrever cada vez mais. Estuda Letras na Universidade Federal da Paraíba desde o início de 2014. Faz poesias utilizando versos livres e brancos, porque acha que o mundo é mais bonito quando é torto. Suas maiores inspirações são Paulo Leminski, Carlos Drummond de Andrade, Alice Ruiz e Saulo Mendonça.

DijaDija Darkdija (Dijavan Luis Santos de Brito) nasceu em 24 de agosto de 1993, em João Pessoa-PB. Escreve desde 2009 na internet, publicando atualmente em grupos do Facebook, no Recanto das Letras e em seu blog, “A Arte da Viajosidade”. Acreditando que tudo pode virar poema, escreve sobre diversas temáticas e formas, mas prefere o verso livre e poemas curtos, geralmente sem título. Se inspira em Paulo Leminski, na cultura oriental e qualquer outra coisa que lhe desperte a vontade de escrever.

20130507_182536-1 Camilo RosaNasceu potiguar, vive paraibano, mas gira o mundo. Tem a idade exata que lhe dão. É professor da UFPB. Gosta de bebidas quentes, especialmente, as servidas com gelo. Para ler: Drumond; para ouvir: Gal; para ver: o mar; para nunca esquecer: o sertão. Já cometeu um livro de poesia e outro de crônica…e cometeria tudo outra vez, se preciso fosse…

Exibindo guarnieri.jpgAlexandre Guarnieri (carioca de 1974) é poeta e historiador da arte. Atualmente pertence ao corpo editorial da revista eletrônica Mallarmargens e integra (desde 2012), com o artista plástico, músico, ator e poeta, Alexandre Dacosta, o espetáculo mutante [versos alexandrinos]. Casa das Máquinas (Editora da Palavra, 2011) é seu livro de estreia e está disponível online (no issuu.com). Publicou poemas em revistas e jornais, dentre eles o Panorama da Palavra, Urbana, O Carioca, Suplemento Literário de Minas Gerais, dEsEnrEdoS, RelevO, Eutomia, Zunái, Musa Rara, Acrobata e Germina. Em 2014, participou das antologias Essas águas (Org. Vagner Muniz, 2014 [ebook]), Hiperconexões: realidade expandida, volume 2 (poemas sobre o pós-humano; Org. Luiz Bras, Patuá) e Outras ruminações (75 poetas e a poesia de Donizete Galvão; Org. Reynaldo Damazio, Ruy Proença e Tarso de Melo, Dobra). Seu mais recente livro é Corpo de Festim (Confraria do Vento).

JonJon Moreira – autor do livro Anjo Diluidor, nasceu em João Pessoa em Agosto de 1990. Graduando em Letras pela Universidade Federal da Paraíba, tem alguns de seus poemas publicados em suplementos literários e blogs. Em meio ao tempo abraçou o silêncio das palavras.

Professor Antonio Carlos Secchin Antônio Carlos Secchin

Sétimo ocupante da Cadeira nº 19, eleito em 3 de junho de 2004, na sucessão de Marcos Almir Madeira e recebido em 6 de agosto de 2004 pelo acadêmico Ivan Junqueira. Antonio Carlos Secchin nasceu no Rio de Janeiro em 10 de junho de 1952. Filho de Sives Secchin e de Victoria Regia Fuzeira Secchin. Até os 6 anos morou em Cachoeiro de Itapemirim. Desde 1959 reside no Rio de Janeiro. É Doutor em Letras pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1982). Professor de Literatura Brasileira das Universidades de Bordeaux, (1975-1979), Roma (1985), Rennes (1991), Mérida (1999),Nápoles (2007), Paris Sorbonne (2009) e da Faculdade de Letras da UFRJ, onde foi aprovado (1993), por unanimidade, com nota máxima, em concurso público para professor titular. Total de 15 prêmios nacionais, destacando-se: 1.o lugar, categoria “ensaio”, do Instituto Nacional do Livro (1983); Prêmio Sílvio Romero, da Academia Brasileira de Letras, 1985, ambos para João Cabral: a Poesia do Menos; Prêmio Alphonsus de Guimaraens, da Fundação Biblioteca Nacional (2002); Prêmio de Poesia da Academia Brasileira de Letras (2003); Prêmio Nacional do PEN Clube do Brasil (2003), atribuídos a Todos os Ventos como melhor livro de poesia. Mais importante do que os prêmios recebidos, o parecer do próprio João Cabral de Melo Neto define a grandeza do crítico Secchin: “Entre todos os professores, pesquisadores e críticos que já se debruçaram sobre minha obra, destaco Antonio Carlos Secchin. Foi quem melhor analisou os desdobramentos daquilo que pude realizar como poeta” (Entrevista concedida a Ricardo Vieira Lima, em 1991).

TitoTito Leite, nasceu em Aurora, Ceará, 1980. Faz parte da comunidade monástica do Mosteiro São Bento de Olinda/PE. Mestre em Filosofia pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (2010), atuou como professor da disciplina. Têm outras coletâneas publicadas nas revistas Mallarmargens, Germina e na portuguesa Triplov.

LIla Maia Lila Maia é maranhense, pedagoga, e vive no Rio de Janeiro. Escreveu os livros de poemas: As Maçãs de Antes (vencedora do Prêmio Paraná de Literatura 2012 – Prêmio Helena Kolody de poesia), Céu Despido – 2004 (vencedora do II Prêmio Literário Livraria Scortecci-SP) e a Idade das Águas – 1997. Participou das Antologias de Poesia: Amar Verbo Atemporal – editora Rocco (2012) – organizada por Celina Portocarrero. Sete Vozes – editora da Palavra (2004) e Próximas Palavras, editora da UERJ (2003), esta última organizada e com apresentação do poeta Ferreira Gullar.

 

SONY DSCMiguel-Manso (1979) nasceu em Santarém e publicou cinco livros de poemas desde 2008: Contra a Manhã Burra (2008), Quando Escreve Descalça-se (2008), Santo Subito (2010), Ensinar o Caminho ao Diabo (2012), Um Lugar a Menos (2012) e Persianas (2015).

Prisca Prisca Agustoni é poeta, escritora e tradutora. Ela navega entre várias margens culturais.  Escreve em italiano, francês e português. Leciona literatura italiana e comparada na Universidade Federal de Juiz de Fora, além de cultivar com esmero um roseiral que dia sim outro não dá botão, flor, perfume, ilusão de eternidade. Lê vários livros ao mesmo tempo sem misturar os enredos, embora às vezes percebe certo ressentimento por parte das personagens, abandonadas na cabeceira.Tem no prelo a coletânea de poemas HORA ZERO, pela Editora Patuá de São Paulo.

Tereza Du'ZaiTereza Du’Zai, natural de Itajaí, SC, é poeta, contista, cronista e professora de Língua Portuguesa e Literatura. Atualmente, a autora tem se dedicado à produção e à divulgação de sua obra literária. Seus poemas têm sido publicados em revistas, blogs e jornais brasileiros.

 

Lillian Regis  Líllian Régis – A coisa mais difícil do mundo é dizer quem se é. A outra é saber quem se é. Porque olhar-se no espelho é fácil, mas olhar através dele é assustador. Por isso, é melhor ler poesia, comer poesia, amar poesia, viver poesia. Pessoense, criança na década de 80. Nas horas vagas, me divido entre a licenciatura e a pós-graduação em Letras na UFPB, os cuidados com minha mãe e os treinos de musculação. A poesia vem enquanto a vida acontece.

Adri Aleixo foto  Adri Aleixo,  mineira de Conselheiro Lafaiete, vive em Belo Horizonte onde atua como Professora de Português e Literatura. Edita o blog www.petalas-poeticas.blogspot.com  e  possui textos publicados em sites e revistas literárias. Gosta de brincar com a palavra escrita e falada e por isso adora ler poesias. Publicou em 2014, Des.caminhos, pela editora Patuá e em maio de  2015  o livro ecológico Pés, ambos de poesia.

Diniz   Diniz Gonçalves Júnior (Diniz Antônio Gonçalves Bala Júnior. São Paulo, 1971). Autor de “ Decalques “ e “ Concha Acústica”.

Talden Farias       Talden Farias é professor universitário e autor do livro de poesias “Cemitério de Deuses”, publicado pela Cia Pacífica (Recife) em 1997.

 

 Regina.jpg Regina Celi Mendes Pereira nasceu, cresceu e vive em João Pessoa, é professora Associada II da Universidade Federal da Paraíba, editora da Revista Prolíngua e coordenadora da sub-sede da Cátedra UNESCO em Leitura e Escritura. Suas publicações em livros e revistas são todas acadêmicas, no campo da Linguística Aplicada. De poemas? É só leitora e apreciadora.

wanda monteiro 01 imagem pb.jpg  Escritora e poeta, uma amazônida, nascida às margens do Rio Amazonas  no Estado do Pará, Brasil, reside há mais de 20 anos no Estado do Rio de Janeiro mas só sente-se em casa quando pisa no leito de seu rio. Advogada e mãe de três filhos, nunca se afastou de sua vocação literária.  Além de exercer a atividade de produtora editorial durante muitos anos, participou de vários projetos de pesquisa histórica e sempre publica seus textos literários em revistas literárias, blogs e sites. Com várias obras literárias publicadas e outras em processo de edição, participa, como colaboradora, de vários movimentos culturais de incentivo à leitura ,em várias regiões do Brasil. Publicou dezenas de seus textos poéticos na Antologia Poesia do Brasil do Proyecto Sur, participando  dos volumes IX, XI, XIII, XV. lançados no Congresso Brasileiro de Poesia no Rio Grande do Sul.

Obras publicadas:

O Beijo da Chuva, Editora Amazônia, 2009, Poesia; Anverso, Editora Amazônia, 2011, Poesia; Duas Mulheres Entardecendo, Editora Tempo, 2011, Romance escrito em parceria com a escritora Maria Helena Latini. Aquatempo – Sementes líricas, Editora Literacidade, 2016, Poesia.

  Contato: monteiro.wanda@gmail.com

Blog: www.caleidoscopiodpalavras.blogspot.com   

 

Carlos   Carlos Orfeu: Nasceu em Queimados. É devoto das artes, sobretudo, da literatura e  poesia. Publica em blogs pessoais, revistas e blogs literários. O poeta lançará, em breve,o  seu livro Invisíveis Cotidianos pela editora Literacidade.

  francisco-calado  Francisco Calado cursa Letras na Universidade Federal da Paraíba, é natural de São Paulo e reside de longa data em João Pessoa – PB. Iniciou seus estudos acadêmicos no curso de Música (UFPB), mas sempre lançou-se a literatura e a escrever. Sentindo a seriedade que tomava pela poesia, optou por cursar Letras, o que o incentivou ainda mais à arte poética. É apaixonado pela forma, rima e metro da poesia tradicional, porém, não se restringe a esses recursos, no anseio de alcançar a ilimitada alma da poesia.

            tiago-d-oliveira-foto-3-1    Tiago D. Oliveira, de Salvador-BA, professor e pesquisador, estudou letras na Universidade Federal da Bahia (UFBA) e na Universidade Nova de Lisboa (UNL). Tem poemas publicados em blogs, portais, revistas e jornais especializados como Avenida Sul, Canal de Poesia, Cronópios, Cultverso, Enfermaria 6 (Portugal), Escamandro, Hyperion (UFBA), Mallarmargens, Musa Rara, Revista Saúva, Janelas em Rotação e Jornal Livre Opinião. Em 2014 teve seu primeiro livro editado de poesia, “Distraído”.

Blog: https://tiagodoliveira.wordpress.com/

E-mail: tolidiasum@gmail.com

 

6 ideias sobre “Colaboradores da zona

  1. Pingback: POEMAS DE RONALDO CAGIANO | zonadapalavra

  2. Pingback: TRIOLOGIA DA REDENÇÃO – Ramon Benício | zonadapalavra

  3. Pingback: 3 POEMAS DE JOSÉ INÁCIO VIEIRA DE MELO | zonadapalavra

  4. Pingback: PROPRIEDADES DE UMA POLTRONA | zonadapalavra

  5. Geraldo Guedes

    Reunião de gente boa da literatura e cultura em geral, convidei a todos para uma amizade virtual no facebook. Abraços.

    Resposta

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s