ABSTRAÇÃO, poema de Leo Barbosa

abstrato

 

ABSTRAÇÃO

Agora que as pupilas

Já estão dilatadas

Não sei da imagem exata

Do querer puro, do puro querer

E se este existe.

 

De onde vem a fonte

Se me impele, me deixa insone,

Me vira, revira, revirante e  revirado.

 

Nenhum disfarce vale

Nenhum jogo vale

Sob a tutela do amor.

Só o vale que caminha entre nós

Pode calar o mundo,

Ensurdecer a fé na humanidade,

Perder a crença no amor,

Até encontrar outro céu

Onde haverá, talvez, outros recursos.

 

Caminhando às abstratas

Porque assim, como me tratas

Perco o contido refluxo e me vejo

No redemoinho de sedimentos.

 

Sou homem sem amuleto

E o que reconheço em mim

É o corte da indiferente cicatriz,

Cesárea de mim feita a fórceps

Cotidianamente espelhada d’alguma forma.

 

Não há túnica,

Só há tu única,

Se despindo sem melodia,

Destoando a minha poesia

Para o mais, para o mar,

Caindo na diurna voz,

Sendo apenas uma noturna foz

Corrompida pelo fluxo

Das espermáticas sensações.

 

A vida segue inodora

Com a dor que se adora.

 

Esperamos lúcidos ou loucos demais,

Desertados ou munidos de silêncios.

Talhados no soluço, tão barrocos.

 

Entre a luz que ocultava

E a que revela, sem pudor, o teu nome

À margem, naufragando, constante,

Em mim.

 

LEO BARBOSA

 

Anúncios

Uma ideia sobre “ABSTRAÇÃO, poema de Leo Barbosa

  1. easyriderbr

    Esta árvore de Mondrian é demais, gosto muito dele nesta fase, mas não gosto muito do que seus traços se tornaram…as coisas mudam e nem sempre se tornam algo admirável para uns… elas mudam de olhos e enquanto uns escurecem outros brilham… lindo texto tb…

    Resposta

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s