Maiakóvski de Boteco

(in Fábrica de Carapuças)

anarquista de butique
meia boca metaleiro
ozzy bozo beatnik
idiota por inteiro

maiakóvski de boteco
enche a cara
por completo

analfabeto
sem caráter
salta-pocinhas
o dia inteiro

vive de bolsa
…….da mulher gentil
industrializa seu passado fabril

traduz sua afasia
sem saber
 ………………a língua
do poema
……………….a linguagem
da poesia

maiakóvski de boteco
enche a cara
e solta o verbo

vira vira vira
vinho barato
virou
vinagre midiático

e a revolução?
com a pinga de parati
esqueceu-a no balcão

maiakóvski de boteco
enche a cara
e dá um treco

Frederico Barbosa

Nota: Os fatos e acontecimentos retratados no livro Fábrica de Carapuças são fictícios. Qualquer semelhança com pessoa viva ou morta é mera coincidência. Toda identificação é desautorizada pelo autor e será considerada construção do leitor.

 

Anúncios
Este post foi publicado em Poesia e marcado com a tag , , , em por .

Sobre Frederico Barbosa

Poeta, professor de literatura, organizador de oficinas de criação poética e performer de poes ouia, publicou oito livros de poesia como Nada Feito Nada (1993, Prêmio Jabuti), Brasibraseiro (2004, Prêmio Jabuti), com Antonio Risério e SigniCidade (2009), a coletânea Cinco Séculos de Poesia (2000) e a antologia de poesia Na Virada do Século, Poesia de Invenção no Brasil (2002), com Claudio Daniel. Foi curador da primeira biblioteca temática de poesia do país, a Alceu Amoroso Lima, em São Paulo. Foi, durante alguns anos, crítico literário dos jornais Jornal da Tarde e Folha de S. Paul. Foi Diretor da Casa das Rosas desde a sua reinauguração como Espaço Haroldo de Campos de Poesia e Literatura em 2004 até 2016 e foi, entre 2008 e 2010, diretor executivo da Poiesis – Organização Social de Cultura, que administra a própria Casa das Rosas, o Museu da Língua Portuguesa, a Casa Guilherme de Almeida e as Oficinas Culturais do Estado de São Paulo. Foi colunista da Rádio Estadão com o quadro Poesia Viva. Atualmente é professor do Colégio Equipe e Coordenador Cultural do Instituto Equipe - Cultura e Cidadania.

Uma ideia sobre “Maiakóvski de Boteco

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s