Poema (1) de Erica dos Santos Rodrigues

Imagem: pinterest.com (Michael Lang)

Eu gosto de gente
cujas histórias desconheço
Tenho afeição por olhos assimétricos
narizes aduncos e
lábios de contorno indefinido
Amo rugas
Quanto mais marcadas
Mais me perco nas narrativas
escondidas
Eu não gosto muito de bichos
Exceção a joaninhas
e passarinhos miúdos
Acumulo livros
Mais por medo de perder
o que não li
do que pelo acúmulo
das histórias
Amo bolas de plástico grandes
Planetas coloridos nas mãos infantis.
Nem sempre gosto muito da minha imagem no espelho:
tenho medo das sombras no fundo do olhar
Às vezes me pego pensando
que gostaria de renascer bola de plástico
Sem sombra
Só cor e ar
Ou então joaninha
Ou passarinho miúdo.
Se renascer gente
Que os olhos sejam assimétricos
Pelo menos isso!

Erica dos Santos Rodrigues

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s