O homem que queria transformar água em álcool gel

91401024_3089502667767044_3119739698352750592_n

O homem que queria transformar água em álcool gel

De repente, o coronavírus cessou seu ímpeto de contágio.
Os infectados acalmaram sua tosse.
Linfócitos pararam de cair vertiginosamente, seguindo a tendência do mercado.
Ventiladores mecânicos descansaram ociosos.
Sobraram rolos de papel higiênico nos supermercados e hidroxicloroquina nas farmácias.
Os grupos de Whatsapp silenciaram.
A curva que queriam achatar virou uma linha reta.

(Ivanhoé Stuart)
Este post foi publicado em Avulso em por .

Sobre luisagadelha

Luísa é graduada e mestra em Letras, graduanda em Filosofia, ama literatura desde sempre e quadrinhos há alguns anos, tem preferência por romances (longos), sejam clássicos ou contemporâneos e se esforça - ou nem tanto - para ler mais poesia. Isso quando não está vendo séries.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s