Poema (17) de Iara Maria Carvalho

arvore
Imagem: Pinterest.com
São as pequenas alegrias
e as grandes quedas
que fazem a árvore frondosa.
É a vida e seu irônico jeito
de nivelar por baixo
a felicidade.
Só pra gente se surpreender
e descobrir que vencer é uma
coisa pra todo mundo.
Abrir os olhos pras lonjuras,
plantar o mel nos risos e
sonhar o sonho dos pequenos.
Que, de pouco em pouco,
a árvore cresce milenar,
e, se tomba,
é pra nascer de novo.
Iara Maria Carvalho

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s