AVC

avc

Imagem: Pinterest.com

 

Gota a gota

o sangue sem vida

escorre encurvado

no labirinto ofegante

de uma luta sem preces

em que todos os cantos

são peixes esguios

e sem rumo

 

Células ludibriadas se perdem

devaneiam e morrem

no abismo sem lua

em que a esperança

depende de um sol

interno e silencioso

que ilumina onde ninguém

enxerga, que ilumina

onde os comboios

são rios e gritos

de ajuda

sem tom

sem acordes

 

No paradoxo,

o que vem de fora

é só voz, é só música

e súplica

moldadas em afeto

como teia tonta

esparramada

no ar quente e triste

das circunvoluções

que não sabem se partem

ou se renovam

a eletricidade

daquele único

olhar que se espera.

 

Márcio Leitão

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s