Poema (4) de Casé Lontra Marques

urubus

IMagem: Pinterest.com (Sophy White)

 

Urubus assinam o céu nublado

 

Um dente a menos em minhas inseguranças.

O dedo — nodoso —

desliza pela dor. Estreitando, não;

estreando

quantos êxtases?

Urubus assinam o céu nublado.

Caligrafia

iniciática: a pulsação que

te

povoa me propaga.

 

Casé Lontra Marques

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s