meia de leite

d9c4ef76364f8c4077b25754843b713b

Foto: Rhianne Jones

para Pedro Tiago

beijar seu hálito de café na primeira hora
da tarde – os raios de sol atravessando os
vidros da esplanada para que não esfriem
as xícaras os pasteis de nata sobre a mesa

seus cabelos contra a luz que insiste entre
as nuvens pesadas do continente europeu
seus cabelos desgarrando pelos de gato e
fios de algodão pairando em seus poemas

há tanto de pictórico em ver você escrever
curvado sobre cadernos a uma da tarde no
seu café preferido entre velhos e macieiras

e há tanto de especial em beijar seu hálito
de grãos e sons entre a língua e os dentes

(Amanda Vital)

Anúncios
Este post foi publicado em Avulso em por .

Sobre vitalamanda

Amanda Vital (Ipatinga/MG, 1995) é Bacharel em Letras - Estudos Literários pela UFMG. Atualmente, cursa Mestrado em Edição de Texto pela Universidade Nova de Lisboa. Autora dos livros Lux (Editora Penalux, 2015) e Passagem (Editora Patuá, 2018). Seus poemas são encontrados nos blogs Amanda Vital Poesia, Equimoses e Zona da Palavra, além de espaços virtuais como Germina, Ruído Manifesto e Literatura & Fechadura. Também participou de antologias como Ventre Urbano e 29 de abril: o verso da violência. Foi curadora da 4ª edição da antologia Carnavalhame. Integra o conselho editorial da revista Mallarmargens. Contato: amandavital@live.com

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s