língua

tongue-glass-fine-art-print-photography-jamie-nelson

Fotografia de Jamie Nelson

para Pedro Tiago

nós dois falamos a mesma língua – não quando temos
sintagmas que se repetem nomeações que se repetem
ditados populares ecoados pelas ruas a mais de sete mil
quilômetros de distância o alfabeto fonético tão similar
apesar do nosso excesso de uso de consoantes africadas
os mesmos substantivos para fazer existir a mesma coisa

mas por entender quando ouço você falar sobre o amor
essa crença esse chamamento esse ineditismo nos unindo
as tessituras do corpo cada sensação paralela prolongada
dentro do outro e por compreender que mesmo com todas
as palavras disponíveis não se constrói um encadeamento
exato para reproduzir entre salivas tudo o que há em nós

(Amanda Vital)

Anúncios
Este post foi publicado em Avulso em por .

Sobre vitalamanda

Amanda Vital (Ipatinga/MG, 1995) é Bacharel em Letras - Estudos Literários pela UFMG. Atualmente, cursa Mestrado em Edição de Texto pela Universidade Nova de Lisboa. Autora dos livros Lux (Editora Penalux, 2015) e Passagem (Editora Patuá, 2018). Seus poemas são encontrados nos blogs Amanda Vital Poesia, Equimoses e Zona da Palavra, além de espaços virtuais como Germina, Ruído Manifesto e Literatura & Fechadura. Também participou de antologias como Ventre Urbano e 29 de abril: o verso da violência. Foi curadora da 4ª edição da antologia Carnavalhame. Integra o conselho editorial da revista Mallarmargens. Contato: amandavital@live.com

Uma ideia sobre “língua

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s