sinapse

tumblr_o3zmyvhds81u8rtwro4_r1_500

Arte de Chalermphol Harnchakkha

para Pedro Tiago

meu corpo responde a tudo o que vem de você

não é preciso arrancar do fundo, como uma raiz
atrelada ao âmago do universo, um dente preso
à teimosia da gengiva ou o riso na desesperança

a alma envia aos poros a materialização do amor
feito um gêiser incansável sob erupções bestiais,
um vulcão ativo em êxtase panorâmico, cuja lava
lhe marca na pele os múltiplos caminhos do gozo

os arrepios vêm fáceis, o coração se avança na luz
do que não se explica e não ousa ser interrompido

em mim, a morada de manifestações espontâneas

em ti, a carga energética desse poderoso contínuo.

(Amanda Vital)

Este post foi publicado em Avulso em por .

Sobre vitalamanda

Amanda Vital (Ipatinga/MG, 1995) é Bacharel em Letras - Estudos Literários pela UFMG. Atualmente, cursa Mestrado em Edição de Texto pela Universidade Nova de Lisboa. Autora dos livros Lux (Editora Penalux, 2015) e Passagem (Editora Patuá, 2018). Seus poemas são encontrados nos blogs Amanda Vital Poesia, Equimoses e Zona da Palavra, além de espaços virtuais como Germina, Ruído Manifesto e Literatura & Fechadura. Também participou de antologias como Ventre Urbano e 29 de abril: o verso da violência. Foi curadora da 4ª edição da antologia Carnavalhame. Integra o conselho editorial da revista Mallarmargens. Contato: amandavital@live.com

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s