depois nem as penas

brassai notre dame de paris

● voltei e vou jantar ●
● aqui é quase sete da noite ●
● tou deixando de ser do deserto ●
● isso me preocupa e instiga ●
● logo não saberei quem sou ●
● e pensando ser um corvo ●
● vou gargralhar entre pontes ●

● buscando alem do voo a altura ●
● como quem purifica o ar ●
● planta a dor e olha o mundo ●
● depois pula do predio mais alto ●
● pra voar mais e fazer noites ●
● esquecido não so do deserto ●
● mas do q não foi ●

*

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s