nonata

mannequin

● a poeira baixou a chuva interminaval ●
● começou como um alento e não cessa ●
● quando as tempestades se acalmarem ●
● quando voltarmos a viver nossas vidas ●
● quando esses gritos desaparecerem sim ●
● ai então vamos ver o q sobrou de nos ●
● de tudo q criamos e vivemos sem saber ●

● sei q depois disso nada menos q ruinas ●
● minusculas ruinas sosomenteso nonata ●
● alguns ratos q seremos nos nos buracos ●
● saindo e se olhando agora sabendo tudo ●
● sei q sera momento de extrema alegria ●
● duma fome infinita e q não se adia não ●
● assim nos devoraremos sem nos saciar ●

*

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s