Poema LVI de Líria Porto

Daniela 1

Imagem: Daniela Delias

 

a_teu deus

 

estive por aí pelas veredas

busquei respostas como quem tem fome

não sabia eu quem inventara o homem

quem legara à flor pétalas de seda

 

ficava a pensar no início do mundo

quem pintara tantas tantas estrelas

vivia tão longe que ao percebê-las

minh’alma era seca o corpo infecundo

 

belo sabiá teu canto sonoro

ele me fascina então eu te imploro

conta passarinho quem te deu a voz

 

ele cantarola envolto num véu

reza com fervor olha para o céu

e pede ao criador perdão por nós

 

Líria Porto

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s