a grande aventura da vida e do coelho gauche nos caminhões de pedra e cimento armado

Lucian Freud

● sendo em fogo ●
● o fim dessa porra toda ●
● ou sendo no gelo mais perverso ●
● assim frio como diamante grosseiro ●
● tanto faz ●
● o q importa na porra toda ●
● é q vamos nos se fuder duma vez ●

● é vero q tudo q se fez e perseverou ●
● viveu e morreu pra porra nenhuma ●
● com o resto q se quiser junto ●
● vai se fuder agarrado no fogo ●
● ou no gelo frio como diamante ●
● depois a porra toda explode ●
● as migalhas de nada soltos no nada ●

● aquela poeirinha de merda fina ●
● sim se espalhando por lugar nenhum ●
● a porra toda se estabacando ●
● como brasa na chuva ou picole ●
● na lingua tudo se esbagaçando sim ●
● pra porra nenhuma e mais nada ●
● q nem pode ser dito sem ser menos ●

● tudo uma garoa de coisa nenhuma ●
● nem garoa nem coisa nenhuma ●
● tanta dor tanta alegria o horror nada ●
● a porra toda se fudendo ●
● sem nem poder ser dita a porra muda ●
● nem porra nem muda tanto pra nada ●
● espiro de merda de diarreia pra nada ●

*

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s