ANTICLÍMAX

Como posso ter problemas
Num dia como esse?
Lotado de pessoas mais importantes
Que eu e meus problemas.
Como ter poemas
Que lhes carreguem os problemas?

Minhas memórias são tão vazias.
Não são, afinal. Quem diria,
Nem enchem esta folha.
Correm de mim no mesmo dia.

Nascer e morrer,
Quanta alegria, quanta tristeza.
A ceia e o corpo na mesa dispostos,
Todo mistério assim se apresenta.
Sentam-se todos, repartem-se queixas.
O preço da vida pela hora da morte.
Felicidade é sorte e o desgosto
cabe na saia da morte.

Como posso ter problemas
Num dia como esse?
Repleto de complicações
Maiores que meus eczemas?

Na minha vida tão pequena
Pode ser este o problema, talvez.
Não há poema
Nem tamanha
Insensatez.
Já que a vida
– bem que disse –
É tão pequena.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s