delirium

Hippie-Wallpaper-Desktop-Computer-www.wallpapersbrowse.com

há um detento entorpecido no terceiro corredor

já não há mais paredes para reter seu verbo

queria contar de como vê os outros como aves
ouvindo as mesmas melodias no alongar dos bicos
e que outro dia o guarda deixou cair uma pena
tentou avisar mas ele seguiu voando intangível
como voam todas as pessoas e queria contar
do dia em que o céu virou ao avesso deixando
as árvores brancas com as copas viradas para nós

as palavras ousam dois três palmos para fora da cela
e fogem e buscam a voz o visível a verve o vórtice

mas já não há mais paredes

e tudo o que há são paredes.

(Amanda Vital)

Anúncios
Este post foi publicado em Avulso em por .

Sobre vitalamanda

Amanda Vital (Ipatinga/MG, 1995) cursa Letras com ênfase em Estudos Literários na UFMG, em Belo Horizonte, transferida da UFPB. Autora dos livros "Lux" (Editora Penalux, 2015) e "Passagem" (Editora Patuá, 2018). Entre 2014 e 2016, participou do grupo de declamação Aedos, em João Pessoa. Atualmente posta seus poemas nos blogs “Amanda Vital Poesia” e “Zona da Palavra”, e também produz videopoemas experimentais. É colaboradora da revista Mallarmargens. Contato: amandavital@live.com Facebook: https://www.facebook.com/vitalamanda

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s