Poema (10) de Wanda Monteiro

ilha.jpg

Imagem: Pinterest.com

 

tu que habitas essa ilha de memória
terra de parto
vida
e
morte
margeando  saudade na areia
olha
procura por debaixo das coisas miúdas
os sentidos partidos ao meio pelo tempo
recusa a morte

corrente-leito-de-espera
do rio que já não é
aceita a manhã
do rio que será

o agora não é chegada
é partida

 

Wanda Monteiro

Anúncios

Uma ideia sobre “Poema (10) de Wanda Monteiro

  1. MARIA AUZERINA DE FREITAS

    Lindo poema. Falta palavras como forças para reter rios. E linda é toda chegada. nos braços do mar e de quem sabe amar. PARABENS Wanda adorável. bjs de chuva.

    Resposta

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s