Poema (10) de Fiori Esaú Ferrari

passaro1

Imagem: Pinterest.com

 

 

Monólogo III

 

Era essa chuva sobre tudo,

as palavras que não voltam.

 

Tenso lançar o que calcina

dentro,

o organismo.

 

Não rezo resposta.

 

Estou peregrino na curva do mundo

e sigo um pássaro.

 

Ele não me percebe

porque vive, vive, vive.

 

Perceber é morrer.

 

Fiori Esaú Ferrari

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s