Poema (71) de Tito Leite

road

Imagem: Pinterest.com

 

ROAD MOVIE

 

Filmar um longa-metragem

do vazio. Nulidade

do imenso: excêntrico

além do imagético, refletores

em tonalidades viscerais. Apocalipse

de luares energéticos.

 

A vida se acresce.

Errante e dolente

odisseia.

 

Comer a maçã do imprevisto,

turgescência

das estrelas.

 

Tito Leite

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s