CONHECIMENTO DA MORTE

Um dia soube a morte e a pensei.
No outro dia, ela veio e me tomou tudo que não era eu.
Então eu soube, o que nos separa é o mesmo que nos continua, e congregamos.
Ela, em sua finitude, humana.
Eu em minha continuidade, igualmente humana.
Nunca mais nada de mim foi tirado.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s