primaveras

large

(para T. S. B.)

terra fria de chuva se aloja sob as unhas
germinando arrepios e relvas pele afora

entrelaçando dedos as barbas do jardim
arranham cada partícula da raiz exposta

das mãos espalmadas no campo regado

vem, da garganta de abelhas circulando
e ricocheteia as paredes da minha carne
pelo faro carmim dos Antúrios Sagrados

vem e me descama do súber até a seiva
caído em flor no nosso chão de orvalho.

(Amanda Vital)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s