The old and the sea

Aos poucos foi chegando
deixando a escova de dentes
esquecendo o colar naquele
lugar ermo em frente ao mar

Como um gato recém admitido na casa
perambulou por ali, pelos antigos móveis
saltando em cima da mesa, pela máquina de escrever
cheirando a comida feita com tanto gosto
pelo caçador

e foi experimentando seus voos
seu jeito de imperador
sua calma, a maturidade da idade e das perdas

chegou com muito jeito, nada feriu,
nada esmurrou
suavemente caiu nesses braços abertos
de homem aviador
que lhe deu alturas nunca antes vistas
homem-peixe
que lhe trouxe profundidades
nunca mais escavadas

e mergulhou em seus vinhos, seu rum de pirata,
sua barba branca, suas facas e navalhas

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s