Poema (3) de André Ricardo Aguiar

fósforo.jpg

Imagem: Pinterest.com

 

 

BREVE ODE AO FÓSFORO

Há um quê de rispidez
na brevíssima decolagem
que o palito faz (arisco)
da caixa ao ar:

este portátil prometeu
não se nega a mais que isto.
E tem mais o que fazer?
Viver já é atrito.

 

André Ricardo Aguiar

Anúncios

Uma ideia sobre “Poema (3) de André Ricardo Aguiar

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s