Poema (10) de Carlos Orfeu

galdi.jpg
IMagem: Pinterest.com
abre-se o velho
olho da casa
rangendo tempo
nos alicerces
violados pelo vento
gatuno que salta
para dentro do espaço
dissipando
os ossos ante-
passados
Carlos Orfeu
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s