Rugido

rugido

Imagem: Pinterest.com

 

há quem chame melancolia
o rugido tardio das pedras
dinamitadas contra o peito

mas não há por que dizer
restos de estrondo e pólvora
(as coisas são mais que seus nomes)

a mim fere mais
esse burburinho de pássaro
movendo suas asas finíssimas
intocadas pelo tempo

Daniela Delias

Anúncios
Este post foi publicado em Avulso em por .

Sobre Daniela Delias

Daniela Delias nasceu em Pelotas, Rio Grande do Sul. É autora de "Boneca Russa em Casa de Silêncios" (Patuá, 2012) e "Nunca Estivemos em Ítaca" (Patuá, 2015), ambos de poesia. Tem poemas publicados no Livro da Tribo, em revistas literárias e nos blogs de poesia "Sombra, Silêncio ou Espuma" (http://danieladelias.blogspot.com.br/) e "Alice e os dias" (http://deliasdaniela.blogspot.com.br/). É também psicóloga e professora universitária. Mora na Praia do Cassino, em Rio Grande, extremo sul do país.

2 ideias sobre “Rugido

  1. Pingback: Rugido | zonadapalavra | O LADO ESCURO DA LUA

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s