Mapa

o deus em sua boca
crava de mundo a falta
cobre de corpo a casa
jura ventanias, rebeliões

e quando digo
– vê, é noite ainda
o deus em sua boca
abre-se mapa-múndi, avenida
e guarda entre seus dentes
as sombras de meu antigo nome

Daniela Delias

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s