Poema (45) de Tito Leite

olho-fogo

IMagem: Pinterest.com

 

MUTATIS MUTANDIS

 

Os olhos do náufrago

acendem lampadários

na caverna: fogo

roubado dos deuses.

 

Quando um visionário

pergunta pelas lagrimas

do outono, é assassinado.

Pensar é obsceno.

 

Brindemos a quem possui

o olhar de titã.

 

Tito Leite

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s