Poema (4) de Regina Celi Mendes Pereira

vela

Imagem: Pinterest.com

 

Bricoleur

 

A luz da vela

acende o embaraço,

Ilumina

e dá vida ao etéreo.

 

Espelhos de nossa mente.

 

Na magia do perfume

o metafísico:

um cheiro une passado e presente,

na mesma matinée,

a ausência ganha vestimenta,

sob um toque de almíscar.

 

Regina Celi Mendes Pereira

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s