pedra

existe sempre um homem

bloqueando meu caminho

feito pedra drummondiana
afixado em solo argiloso,

é como se já brotasse dali

emergindo em dura lama
se desvio, ele se deforma

em sagazes, finos cascalhos

invade o vazio dos sapatos
mas eu piso nesse homem 

em meus dois pés descalços
e jorro puro sangue sádico
enquanto houver espaço

para mais pés nessa pista,
existirá sempre um homem

e uma mulher que o resista.
(Amanda Vital)

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s