TELEVISÃO E PERISTALSE

Hoje liguei a televisão. Eu precisei me atualizar dos fatos. Percebi que, ainda mais individualistas (uma espécie de hedonismo mal resolvido), doamos nossos corpos para as marcas de refrigerante e programas de auditório, ao mesmo tempo que batemos a porta para um vizinho. Tudo estava em seu lugar, afinal.

O sistema se alimenta de todas as vidas, todos somos funcionários. Não há funcionalidade, apenas peristalse. Todos querem escolher, mas não há quem ou o quê. As escolhas são ilusões despidas, que desfilam nas passarelas das revistas. Os senhores da lei cospem paradoxos retóricos sobre cidadãos em filas intermináveis para empregos, transporte, atendimento, saúde, moradia. É da sua natureza acatar.

Há uma guerra na cabeça de cada um, não tem nome ou forma, mas sim dentes cerrados e avança em qualquer um que se mova inadvertidamente na gigantesca fila. Não há mais irmãos, colegas, conhecidos. O poder consiste em poder pisar em que é igual ou está abaixo. O sistema agora é tão eficaz que o oprimido glorifica com devoção o opressor.

Como num filme, o grande caçador branco entra nas aldeias e é saudado com louros e a colheita de toda uma estação, enquanto rouba direitos e elege deveres para servos que nunca teve e que se enfileiram devotados ao estrangeiro. A história também irá glorificar seus mandos e mandatos.

O dinheiro corre livre em campos verdes e crianças tem correntes e jornadas de trabalho por pratos rasos de comida. O conhecimento serve apenas para desinformar e as escolas se calam amordaçadas pela realidade inventada e o medo do futuro. Tememos o novo, mesmo regurgitando o sangue podre do passado.

É verdade que tudo isso já foi dito e repetido, logo, eu não sei ao certo se repito mais uma vez todas essas coisas ou eu me apago com tudo isso. É saudável para a conformidade ser criticada e sonhar braçadas largas no seu mar de apatia.

Sorrimos, é segunda-feira.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s