Poema XXXIII de Líria Porto

Dali lagarta.jpg

Imagem: Pinterest.com (Salvador Dali)

 

lagarta

 

ao sair do casulo tortura-se

não se dá conta das cores que carrega

 

esbarro em palavras na rima na métrica

impõe-se-me a poesia como tatuagem

 

Líria Porto

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s