Poema (1) de Regina Celi Mendes Pereira

OLhos

Imagem: Pinterest.com

 

Meus olhos

estilhaçam margens, dúvidas

e sentidos,

sem prêmios.

 

Retenho nas retinas

o que me (im)pressiona,

fixo-me no ponto cego a

todas as visões.

 

Meus olhos,

janelas de mim,

minhas impressões digitais.

 

Regina Celi Mendes Pereira

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s