Poema (1) de Adri Aleixo

Dança

Imagem: Pinterest.com

 

Dança

 

eu penso no desenho dos

corpos

sobre a mesa

e você faz movimentos

de cítara

há uma dança suspensa

um itinerário de signos

eu nunca quis morrer longe

de casa

– sempre quis tocar um

instrumento e matar

você explica métodos, teorias

dispensa a mesa

redefine os passos

conversaremos lento

suspiramos forte

coladas ao vidro, as pessoas

observam o crime

consumado.

 

Adri Aleixo

Uma ideia sobre “Poema (1) de Adri Aleixo

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s