Um vazio

vazio

Imagem: Pinterest.com

 

UM VAZIO

(Felipe D’Castro)

você ainda não é,

mas um vazio

 

cheira a jazz, teu ventre

vendo-o, assim, ainda distante

 

antes de ti, o caos da matéria

nervo exposto, em pulso, em passo

 

calço teu nome que ainda inexiste

e ando sobre universos coloridos

 

cristos pregados na flor do teu viço

e meu paladar sabendo teu cheiro

 

creio na santa ternura da tua língua

julgando os sulcos da minha pele

 

revele que virá amanhã para mim

que cavalgarei os teus pesadelos

 

e ao fim da estrada dos teus anos

estarei ainda em ti, caçador feroz,

cavalgando.

 

 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s