HISTÓRIA DE SAMSARA

De tanto olhar o teto, começou a divisar os mapas inscritos invisivelmente pelos sonhos anteriores aos dela. Há pouco mais de um ano naquele quarto, finalmente entendia o motivo do seu sono sempre tão agitado.
Naquele continente alado à sua frente, ela desceu montanhas e caminhou por vales, indo encontrar ocupação em uma cidade portuária na costa de Samsara. Todos os dias (que no mundo da sua cama, na verdade eram noites) ela partia em seu pesqueiro, com sua tripulação, buscando o sustento da cidade na linha marítima do horizonte. Retornavam com as redes cheias ou com pôr do Sol. Havia cantoria para recolher as redes. A capitã sempre sabia onde levar o barco para que as redes retornassem cheias de lazulatuns e celacantos. Predadores eram atraídos pela pulsação da rede cheia de vida e a promessa de uma refeição fácil. Por esse motivo, um bote auxiliar era posto nas ondas, com homens e arpões, tentando evitar que qualquer peixe fosse perdido ou que alguma fera ficasse presa na rede.
Numa tarde, a cantoria do recolhimento foi interrompida por gritos:
– Homem ao mar!
– Nade! Nade pela sua vida, marujo!
– Lancem as cordas!
Sem hesitar, a capitã se atirou ao mar com sua faca, certa de ferir mortalmente a fera, salvar seu marinheiro e ainda salvar a si mesma.
A luta, que deve ter sido dramática e sanguinolenta, não ficou na sua memória. Ela acordou sobressaltada e sentou-se na calma, ofegante. Respirou fundo e fez um esforço para trazer à mente toda a história e quem ela havia sido. O dia amanhecia e ela aos poucos se recompôs. Abriu as cortinas e deixou a luz inundar o que prometia ser mais um dia
… não fosse o tubarão em cima da escrivaninha do quarto.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s