ANIMAL ADULTO

de tudo tens que me cativa, animal adulto.
sois fronteira de impulso, brevidade e arguto
passo da relva açucarada para a fechada mata da cidade.

de tudo me tens, animal adulto,
funda palavras com seus gestos e o novo se assemelha
a um furor de olhos em centelha. eu te desejo e assim sua magia.

minha sombra transmutada rompe o voo dos arranha-céus.
vais na frente, sempre no alto, animal adulto. seus pés
apenas tocam o futuro, minhas mãos agora encontram o muro.

animal adulto, já sabes quem tu és.
fome consumida de reflexo, pensei meu nome e descobri seu eco.
sonhos contados, sonhos revelados, garras no seu corpo alado.

de tudo tens que me cativa, animal adulto.
ainda que a deriva assombre, rompe o muro, temos pressa.
poema e água eu levo, sou seu e assim meus absurdos.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s