cabo branco

13076827_1725851970987804_9186097883891694031_n

a brisa de cabo branco
mora dentro de tua carne

o cheiro, o gosto, a tarde

vez ou outra consigo ouvir
as velhas canções dos bares
quando me deito ao teu lado

enchendo de sal a minha alma
deixando meu corpo molhado

o verão tem forma humana

chega mansinho e sorrateiro
faz caber a praia num beijo
cria morada em minha cama.

(Amanda Vital)

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s