Poema (20) de Tito Leite

The Last Harvest

The Last Harvest

                              Imagem: Pinterest.com

 

COLHEITA

 

 

Na boca

um nó:

imenso mar.

 

O amor

é uma tonalidade

jambo.

 

Num buraco negro

lanço redes:

pesco galáxias.

 

Tito Leite

 

Uma ideia sobre “Poema (20) de Tito Leite

  1. Leoné Astride Barzotto

    Que maravilha de poema!
    Sempre achei que o sentimento tivesse o tamanho das galáxias mesmo 👏🏻👏🏻👏🏻👏🏻

    Resposta

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s