beleza

Jane Goodall
● sim meu querido ●
● a beleza me fugiu ha tanto tempo ●
● sim ●

● com ela se foi o riso porq a beleza ri ●
● a beleza gargalha a beleza corre ●
● por dentro de casa subindo ●

● paredes escadas sofas e mesas ●
● a beleza sabe tocar ate tudo ficar ●
● so a pele em carne viva carne em brasa ●

● sim meu querido ●
● conheci a beleza e ela me desejou ●
● e eu sorri e eu ri e eu gargalhei e eu e eu ●

● subindo paredes escadas sofas e mesas ●
● sim mas eu deixei a beleza fugir da beleza
● como se fosse uma bufala enfurecida ●

● pra nada e tudo sem a beleza é assim ●
● dia sobre dia noite sobre noite e nada ●
● entre dia sobre dia e noite sobre noite ●

● desde então eu sonho a beleza ●
● mas a beleza não sonha mais comigo ●
● sim ●

● eu acordo sempre sem a beleza ●
● q me fazia o dia alem do dia a noite ●
● alem da noite e me fazia subir ●

● paredes escadas sofas e mesas ●
● so a pele em carne viva carne em brasa ●
● eu sorria eu ria eu gargalhava e eu e eu ●

● sim assim é a vida a beleza e o riso ●
● tudo vai embora quando somos os outros ●
● o desejo o sonho perverso dos outros ●

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s