matéria básica

811

cama depois do sexo:
território inexplorado

feita de pernas bambas
entre lençóis amassados

da textura amarrotada
o cheiro de suor e gozo
evapora sem esforço

é a essência da libido

o corpo ainda pesado
recupera seus sentidos

percebendo os cafunés
de seus gratos dedos

os olhares confidentes
brindam delícias da vida
em cima do travesseiro

e nós, a matéria básica
ora secas, ora molhadas

dois escravos da excitação

almas entregues ao fogo,
corpos que não dizem não.

(Amanda Vital)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s