ODE AO URUBU-REI

I

Urubu-rei, malandro
Pousado no nunca
Urubu-incerto, perto daqui
Pousado no muro
Urubu-espanto, adormecido
Aguardando as horas
se precipita
Urubu-frágil, como a tarde.

II

Ou nem tão frágil assim, talvez irreal
És o mesmo que sobrevoou Canudos
(outros fronts pelos tempos afora)
E que agora aguarda silencioso.

III

Um urubu na tarde apenas
Uma outra pena
Da ave certa, certeira, rapina
És o agouro no voo
mais leve.

Leandro Rodrigues

Anúncios

5 ideias sobre “ODE AO URUBU-REI

    1. leandrorodriguesrodrigues Autor do post

      Caro, Thomas Prado, obrigado por seu comentário e apreciação do poema. Li o seu poema também agora que deixaste o link. Esse poema que eu escrevi Ode Ao Urubu-Rei é de 2012. Consta no meu blog nauseaconcreta.blogspot.com.br no seguinte link: http://nauseaconcreta.blogspot.com.br/search?q=ode+ao+urubu-rei de 22/09/2012, também já foi gravado em estúdio recitado por mim mesmo em março de 2015 e postado no youtube no link: https://www.youtube.com/watch?v=x8fL0s95e6w&feature=youtu.be e também em alguns sites como o Portal vermelho de 10/07/2015: http://www.vermelho.org.br/noticia/267184-368

      acredito que tenha sido uma mera coincidência mesmo. No mais deixo-lhe um abraço e gratidão pela leitura.

      Atenciosamente,

      Leandro Rodrigues

      Osasco – SP

      Resposta
      1. Thomas Prado

        Certo. Não tive conhecimento antes também do seu poema. Mas está tudo bem, são totalmente diferentes no desenvolvimento. Agradeço pelo esclarecimento.

      2. leandrorodriguesrodrigues Autor do post

        Mais uma vez obrigado pela leitura, comentário e links para o seu ótimo site. Gostei muito do que li agora há pouco lá. É sempre bom tomarmos contato com poetas de ótimo nível que trabalham a linguagem e a estética poética com precisão. Forte abraço!

    2. leandrorodriguesrodrigues Autor do post

      Gostei sim, Thomas Prado, assim que você deixou um link com seu site de poesias aqui, hoje mesmo, num comentário anterior, fui até lá e li ótimos poemas. Gostei da imagem de Cristo com os braços abertos e o voo da ave, o seu poema é belíssimo. Esse poema que eu fiz é de 2012. Deixo-lhe um forte abraço e gratidão pela leitura e comentário. Obrigado!

      Resposta

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s