O Enforcado (Expedito Ferraz Jr.)

enforcado

                                                                      Foto: Google imagens

O enforcado

1.

Tem muito de boneco

o morto. Os olhos gritam.

A boca pasma o desamparo

do brinquedo sem alma,

sem a mão,

sem o sopro vital

do velho ventríloquo.

 

2.

Talvez de marionete,

morto, o corpo pende.

Levita em fios secretos,

mal regidos,

traídos pelo fio fatal

que ainda o suspende,

cordão fetal que o prende

ao ventre escuro.

 

3.

Se não voz de boneco, fala

o morto mudez de pipa.

extraviada em fios

da rede elétrica:

o tétrico adorno,

o rígido móbile

e a ciência tardia

dos ventos, que mudam.

 

4.

Algo de peixe, sim, evoca

o morto. Nem tanto pelos

olhos, que exorbitam,

mas pelo corpo içado.

E a linha vibra

ainda o golpe astuto

que ele armara,

sendo, no mesmo lance,

pesca e isca.

                                                 Expedito Ferraz Jr.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s