Poemas (6) Tito Leite

A MORTE

 

Espreita a vida em passos

de porta.

 

Esfinge o sono

de Perséfone

em cálice de

Hades.

 

Óculos gélidos.

Beijos de núpcias.

Cacos de ampulheta.

 

Homens bebendo o fim

enquanto passa.

 

Outros

de cinzas abertas

na fertilidade

do ressuscitado.

Tito Leite

Anúncios

Uma ideia sobre “Poemas (6) Tito Leite

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s