PEIXE

não tem nome

(o peixe)

assim o chamo
contrário à sua vontade
escorrega das mãos
a verdade de escamas metálicas
um salto apenas

(o peixe)

pura profundidade
tudo mais é engano
infenso drama
mergulha além do olhar
longe demais – fria chama
sem voz

nada diz

(o peixe)

flutua
essencial e inominável.

Anúncios

Uma ideia sobre “PEIXE

  1. Husten Carvalho

    Poxa Bob, achei formidável… um poema que colocou meu olhar para ver tudo acontecer em outras águas, que tem a habilidade de trocar tudo de lugar mas com sutileza, com janela para o futuro… e para o passado… Grande abraço poeta!!! Parabéns…

    Resposta

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s